Pontuar

Luis Fernando Veríssimo escreveu numa crônica que nunca tinha usado  o ponto e vírgula por não entender bem para que ele servia. A observação do escritor gaúcho, que é antes uma blague contra os gramáticos e puristas, sugere-nos algumas reflexões sobre a arte de pontuar. Ela tem a ver com um dos atributos fundamentais daContinuar lendo “Pontuar”