Imunidade

Vivemos o mesmo, tudo é repetição, mas cada um sente isso à sua maneira. O que nos angustia não é o fatalismo do eterno retorno; é ver que o homem parece imune ao que se costuma chamar de conquistas da civilização. Ele é o mesmo animal que, por egoísmo e indiferença, não hesita em destruirContinuar lendo “Imunidade”