Notas sobre a pandemia (16)

Os “sonhos pandêmicos” traduzem a maneira como o nosso inconsciente processa os resíduos diurnos recheados de notícias sobre morte, isolamento social, internações em hospitais lotados. Tive um deles ontem. Sonhei que estava num quarto cheio de camas (pareciam beliches) sobre as quais estavam deitados tigres. Minha vontade era correr dali, pois sabia que os felinosContinuar lendo “Notas sobre a pandemia (16)”