Rumo ao “hepta”

            Hoje faço 69 (sem duplo sentido, por favor!). Não posso dizer que tenho a sensação do dever cumprido, pois, aja como agir, sempre me sentirei em débito comigo e com os outros (meu analista não conseguiu resolver isso). O delicado nessa idade é a gente saber que está se despedindo da faixa do “sexa”Continuar lendo “Rumo ao “hepta””