Hoje se comemoram 33 anos da morte do nosso poeta maior. É oportuno evocá-lo numa época em que todo brasileiro, desencantado com o presente e pessimista quanto ao futuro, pergunta-se atônito como o José do poema: “E agora?”.

Publicado por Chico Viana

Chico Viana (Francisco José Gomes Correia) é professor aposentado da UFPB e doutor em Teoria da Literatura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Em sua tese, publicada com o título de O evangelho da podridão; culpa e melancolia em Augusto dos Anjos, aborda a obra do paraibano com o apoio da psicanálise. Orientou cerca de 37 trabalhos acadêmicos, entre iniciação científica, mestrado e doutorado, e foi por dez anos pesquisador do Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq). Desde muito jovem começou a escrever nos jornais de João Pessoa, havendo mantido coluna semanal em A União e O Norte. Publicou cinco livros de crônicas.

2 comentários em “

  1. Ah Prof° Chico. Sua linguagem é tão familiar a mim . Desde a época do cursinho 2001. Saudades naturalmente , o Livro ” De Mãos Atadas”. . . e por ai vai . . .
    Que bom ter escolhido Drummond para tecer esses comentários nesse tempo onde o existêncialismo se não tivermos cuidado impera dentro de nós. Fico feliz por vê- lo em continuidade a dividir conosco suas palavras e tudo o que esse nobre mestre apreende do ato de viver . 🙏

    Curtir

Deixe uma resposta para Chico Viana Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: